Impresso de ChabadMorumbi.org.br

D`us enlutado

Quinta-feira, 30 Julho, 2020 - 21:59

Caros amigos,

Hoje, 30/7, 9 de Av, é para nós judeus o dia nacional de luto, quando reverenciamos as tragédias individuais e comunitárias que nos afligiram ao longo da nossa longa história. Como somente D'us tem o poder de curar nossas feridas, neste dia ansiamos pelo consolo divino.

Mas há mais um detalhe importante. D'us também está de luto, e também anseia ser por nós consolado. Portanto, as leis judaicas de consolação que foram dadas por Ele próprio na sua Tora, também se aplicam a Ele.

Quando visitamos um enlutado, frequentemente nos sentimos desconfortáveis. O que dizer nessa situação? Como fazê-los se sentirem melhor? Será que os enlutados desejam ficar sozinhos?

Pela lei judaica, devemos ficar em silêncio e esperar que ele tome qualquer iniciativa. Ele pode querer conversar, rir, chorar, ou não dizer nada. Não é preciso que nos tornemos filósofos nem conselheiros para tentar apaziguar a sua dor. O que vale nestes momentos é estar lá. A nossa simples presença ao seu lado já é um conforto. É mais forte do que palavras, que trazem conforto para a mente, enquanto que a presença traz conforto para o coração. Ele sente que não está sozinho.

Com D`us funciona exatamente da mesma forma. Devemos visitar a sua casa, que é a sinagoga, e mesmo quem não sabe orar, apenas estar lá, junto com a comunidade em Sua casa, faz com que Ele sinta que não está sozinho!

O fato de sinagogas estarem reabrindo (com todos os cuidados necessários), é a esperança do começo da nova era, a chegada de Moshiach e a construção de nosso sagrado Beit Amikdash, o que trará o consolo para todo nós!

Que tenhamos só Simchot!

Um abraço e Shabat Shalom,
Rabino Dovi

Comentários sobre: D`us enlutado
Não há comentários.